Milagre da vida: bebê nasce com o cérebro no nariz e supera as expectativas

Ollie é portador de encefalocele, ele é apenas um garotinho de quatro anos que já passou por diversas situações constrangedoras durante sua curta vida.

Desde que nasceu, o garoto é chamado pela sua mãe de “Pinóquio da Vida Real”  Isso porque Ollie, de Wales, na Inglaterra, é portador de uma condição rara chamada encefalocele, quando o cérebro se desenvolve fora do crânio — no caso dele, a hérnia aconteceu dentro de seu nariz.

Mesmo tão pequenininho, Ollive já passou por uma série de cirurgias dolorosas e arriscadas, na tentativa de ajudá-lo a respirar melhor e, principalmente, vedar adequadamente as aberturas que ainda há em seu crânio.

Amy Poole,  mãe de Ollie, disse que o corajoso garotinho sempre foi bombardeado por comentários cruéis, desde o seu nascimento. Uma pessoa chegou a dizer, inclusive, que ele “nunca deveria ter nascido”, enquanto outra o chamou de “feio” olhando em seus olhos.

“É de partir o coração. Uma vez, uma mulher me disse que eu nunca deveria ter dado a luz a ele. Eu quase comecei a chorar. Para mim, Ollie é perfeito. Ele é o meu Pinóquio da vida real e eu não poderia ter mais orgulho dele”, conta a mãe.

Amy descobriu que havia algo de diferente com seu filho na ultrassonografia que fez quando estava na 20ª semana de gestação. Os médicos comunicaram que o bebê tinha algo de “inesperado” crescendo em seu rosto. No entanto, ela não pode evitar entrar em choque quando Ollie nasceu, no University Hospital of Wales, em fevereiro de 2014

Uma ressonância magnética confirmou, mais tarde, que o caroço era fruto de uma encefalocele, problema causado quando o cérebro sai do crânio por uma fenda, produzindo um saco externo, como se fosse uma hérnia. No caso de Ollie, esta hérnia cresceu em seu nariz, fazendo com que ele fosse protuberante. E, conforme o corpo do menino ia crescendo, seu nariz também crescia — exatamente como Pinóquio. Os médicos explicaram à sua mãe que seria preciso fazer uma cirurgia em Ollie, para que seu canal nasal fosse aberto, ajudando-o a respirar melhor.

“Eu fiquei com muito medo de deixá-lo passar por tamanha cirurgia. Ele era tão frágil, e eu não conseguia nem pensar na possibilidade de perdê-lo. Mas os médicos explicaram que deixa-lo daquela maneira aumentava demais o risco de contrair infecções, e até mesmo meningite, caso ele caísse e batesse o nariz, por exemplo. Então, acabei concordando com a operação”, relata a mãe.

Depois da cirurgia, Ollie ficou com uma cicatriz gigante em zigue-zague em sua cabeça. Segundo a mãe ele deve ter sentido tanta dor, mas apenas sorria. Ele é muito positivo, o que fez com que tudo fosse menos doloroso .

8w0wg6zq31_9jcpo93oie_file

Hoje, Ollie tem 4 anos,  faz check-ups regulares no hospital e os médicos estão satisfeitos com seu progresso.

2F5C3E5500000578-3359056-image-m-40_1450088500996 (1)

Fonte e imagem: http://www.dailymail.co.uk

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: